Como é ser médico brasileiro em Portugal? Dra Fatima Calani

Olá pessoal,

Segue o texto do Blog de Fatima Calani  esposa do nosso colega Neurocirurgião Felipe Calani que descidiu mudar para portugal. Acompanhei pelo facebook a historia deles e a decisão de mudar. Felipe é um daqueles colegas queridos por todos e Fatima conheci recentemente para pedir autorização para postar seu excelente texto sobre como é ser medico em Portugal.

Como é ser médico (a) em Portugal?

Autora: Fatima Calani
Link para o blog  com mais informações  no blog https://fatimacalani.com/

Colegas de profissão, para poder trabalhar aqui é necessário ter a equivalência (como explicado o passo a passo no Post 2). Com ela em mãos, iremos solicitar a inscrição na Ordem dos Médicos de Portugal (irei escrever sobre esse processo). Após poucos meses receberá uma das duas respostas:

– Exercício da profissão com autonomia (situação do meu esposo)

– Exercício da profissão sem autonomia (meu caso)

Fátima, qual a diferença?

  • Na primeira, o profissional se encontra apto para atuar no país como generalista. Porém prestem atenção que, grifei a palavra generalista. Aqui em Portugal, chegamos assim, podendo trabalhar apenas como clínico geral, não podemos dar plantão em emergência vermelha, CTI ou qualquer outro setor, nesses locais apenas os especialistas, não sendo a mesma bagunça do Brasil. Profissional em Portugal precisa ser qualificado para assumir determinado setor. Caso queira ser especialista cá, necessita revalidar a especialidade (explicação) ou fazer o internato (residência). Só existem essas formas.
  • Na segunda, o profissional precisa realizar o ano comum (parecido com nosso internato), após esse ano, terá uma prova e tudo correndo bem consegue autonomia. Deixando claro que nesse período o profissional não pode trabalhar, bem como não irá conseguir emprego.

 

Quanto ganha um médico generalista?

Antes de falar sobre valores, informo que apenas trabalhamos em postos de saúde, penitenciárias e urgências, mas nas urgências apenas pacientes classificados como azul ou verde (classificação de risco), nada além disso.

Dependendo do sítio escolhido para residir teremos, mais ou menos ofertas de trabalho. Podemos receber entre 16 até 27 euros por hora de trabalho (façam contas entre 19 e 21 euros), sendo esse valor bruto (post 9 – item IRS). Um especialista pode ganhar de 28 até 70 euros por hora de trabalho. Estou falando de valores pelo serviço público, não tenho idéia de valores praticados em hospitais privados, porém dizem pagar melhor.

Os locais de trabalho são distantes?

Na grande maioria sim. Dependendo da sua morada, pode levar até duas horas de carro.

Começo a trabalhar automaticamente?

Não! Para iniciar seu trabalho em Portugal, necessita de NIF, IBAN (conta bancária – como abrir?), abertura de atividade nas finanças, seguro social, seguro de trabalho, cédula profissional, comprovar morada, ter visto ou cartão cidadão. Com todos esses documentos em mãos, as empresas enviam para os hospitais analisarem seu curriculum.

Posso fazer uma pós-graduação para ser especialista?

Não existe pós-graduação para conseguir uma especialidade, existem cursos de pós-graduação, mas nenhum deles irá conferir especialidade.

Consigo abrir um consultório sem especialidade?

Não vejo possibilidade alguma. Muito provavelmente, para abrir um consultório você terá que comprovar requisitos básicos. Não faço idéia de como montar um consultório, bem como documentos solicitados.

Outro detalhe, sem provar ser especialista aqui, como vai conseguir inscrição nos seguros de saúde (planos de saúde)? Qual cidadão português irá confiar sua saúde num médico estrangeiro e sem especialidade reconhecida cá?

Como faço para revalidar minha especialidade?

Explicação no post 7.

Quanto tempo dura o internato (residência)?

12 meses (ano comum) + 6 anos (neurocirurgia e outras)

12 meses (ano comum) + 5 anos (cardiologia, anestesio, neurologia, radiologia etc.)

12 meses (ano comum) + 4 anos (medicina de família)

Consigo “pular” o ano comum tendo autonomia?

Não soube de nenhum caso. Esse ano meu esposo vai ao exame, quando tiver mais detalhes, escrevo sobre.

O ano comum é remunerado?

Sim! Valor de 1400 euros bruto.

Como funciona o pagamento?

Em Portugal recebemos por hora trabalhada, não se utiliza o termo plantão, chamamos de banco de horas, pois na verdade você monta o seu horário. Ex: Desejo entrar 10:00 e sair 14:00. Após montar e cumprir seu banco de horas no mês, vamos passar o recibo verde com o valor total das horas trabalhadas, até o dia 15 receberemos em conta o valor pelo mês trabalhado.

O médico é valorizado?

Sim! Aqui um médico é bastante valorizado e tem seu reconhecimento pela população.

Os hospitais são como no Brasil?

Não! Aqui você tem condições de trabalho, bem como protocolos. Também jamais terá uma fila de atendimento com 70 pacientes aguardando na tela, não vai assumir um plantão faltando insulina ou determinados exames. A medicina é muito mais organizada, não há comparação.

Fátima, você não tem autonomia, mas conseguiu trabalho?

Consegui emprego, mas não como médica. Foi oferecido auxiliar de serviços gerais (técnico de enfermagem), com uma remuneração bem baixa, 5 euros por hora sem os descontos. Também poderia trabalhar em lanchonete, em farmácias etc. Minha opção foi permanecer em casa estudando para o internato (residência).

Link para o blog  com mais informações  no blog https://fatimacalani.com/ 

Captura de Tela 2017-05-06 às 12.50.23 AM.png



Categories: Education

2 replies

  1. Oi Fatima! Uma amiga em comum me indicou seu blog, super bacana, li todos os posts (não médicos rsrs). Agora me tira uma duvida, já tinha lido em vários lugares que o custo de uma diarista era em torno de 7euros a hora, mas pelo que você colocou no post de custo de vida comparado com esse, elas estão a ganhar a mesma coisa que um médico! Levando em conta que o mínimo gira em torno de 600 euros, para se trabalhar o mês inteiro, achei esse valor estranho. Foi alguém que te falou esse valor de 100 euros por 6hs?

  2. Muito prazer Fatima
    Meu nome é Sidney Soares
    Médico anestesiologista ha 40 anos
    Qual seria a possibilidade de exercer minha especialidade em Portugal ?
    Tenho necessidade de uma nova residência??
    Caso necessário, Como conseguir uma vaga como
    Residente ????
    Ficaria muito grato pela sua ajuda
    Abraço

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: