Eleições SIMESP ( por Gustavo Barros) em Resposta ao Blog Academia Médica (por Arthur Danila)

Olá pessoal,

Dando continuidade a nossa resposta ao texto do Arthur Danila no Blog Academia Medica  ( https://academiamedica.com.br/mudasimesp-2/ ) já respondido por mim no post. Dessa vez vai o texto de nosso colega Dr. Gustavo Barros ( Medico formado pela USP e também com residência em otorrino pela USP).

Julio Pereira – Neurocirurgiäo

xxxxxxxxxxxxx

Captura de Tela 2017-04-06 às 5.04.53 PM

Eleiçōes do SIMESP 2017 

Por Gustavo Barros

Na próxima semana haverá eleições para a nova diretoria do Sindicato dos Médicos de São Paulo (SIMESP), entre os dias 10 e 13 de abril. A disputa se dará entre a Chapa 1, que conta com membros da atual gestão, e a Chapa 2, que tem como plataforma a renovação do sindicato.

A Chapa 1  é composta em sua maioria de jovens médicos,  e tem como base a atual diretoria que, em sua primeira gestão sindical, iniciada em 2014, conquistou vitórias fundamentais para colegas médicos de São Paulo. Durante a crise administrativa da Santa Casa de São Paulo, a atual gestão barrou novas demissões e garantiu pagamento de salários atrasados; ganhou ação contra a Prefeitura de São Paulo que beneficiou 900 médicos que estavam com o FGTS retido desde 2015; alcançou pagamentos indenizatórios em favor de profissionais que não receberam reajuste salarial nas gestões Maluf e Pitta; obteve reajuste salarial para profissionais de organizações sociais e filantrópicas, colegas das regiões de São Paulo, Ribeirão Preto e Vale do Paraíba; auxiliou na criação de duas novas regionais, em Botucatu e Bauru, dentre outras realizações. Além disso, membros que possuem vínculos públicos abriram mão da licença para exercer mandato sindical, continuando presentes e atuantes em seus serviços. A Chapa 1 tem uma plataforma séria que contempla médicos e médicas da capital e do interior, das mais diversas especialidades e faixas etárias, desde a graduação até a aposentadoria.

Já a Chapa 2 ancora suas possibilidades de vitória em dois pilares principais: o primeiro é o de renovação dos quadros do sindicato, apesar de contar com membros de administrações passadas do SIMESP em posições estratégicas da chapa ( alguns inclusive fazem parte da atual gestão, da qual a Chapa 2 se diz opositora!).  Porém este paradoxo aparente não atinge o pináculo da dissimulação que é observado na defesa do segundo pilar de sustentação da Chapa 2 – o apartidarismo. A Chapa 2 optou por atacar a atual gestão do SIMESP de aparelhamento político-partidário devido a atividades políticas individuais de seus membros, porém achou conveniente omitir que vários  de seus membros são filiados a partidos políticos e, além disso, ocupam ou ocuparam cargos de confiança (leia-se: sem concurso público) em  diferentes administrações, como nos Ministérios da Previdência de Lula e Dilma, ou na prefeitura de Edinho Silva (ministro e coordenador de campanha de Dilma), em Araraquara. Não há demérito algum em relação às funções ocupadas por estes colegas ou em suas filiações partidárias – pelo contrário, é salutar que se expressem politicamente! Porém, esta tendência à salvaguarda de sentimentos magnificados de auto-estima, denunciando outros pelas próprias falhas, é definida na teoria adleriana como “acusação”, e integra as modalidades agressivas de autoproteção. Muitas vezes pode ser inconsciente, porém não parece ser este o caso. Por fim, a tentativa de impugnação da Chapa 1 por motivos espúrios e a divulgação de vídeos apócrifos na internet demonstram o tipo de estratégia a que a Chapa 2 prefere se dedicar: acusatória e leviana, ao invés de propositiva.

Este é um texto de opinião, portanto, não pretendo esconder aqui meu apoio incondicional à Chapa 1.  Porém, devido à qualidade e à integridade de seus membros, além das conquistas apresentadas pela atual gestão, a Chapa 1 não precisa do meu apoio. Ela caminha sobre as próprias pernas, e assina publicamente suas próprias opiniões. Portanto, não estou aqui para pedir que você, colega médico ou médica, jovem ou experiente, da capital ou do interior, vote na Chapa 1 nas próximas eleições do SIMESP. Não estou pedindo votos – estou pedindo que se informe, e tome a melhor decisão por si mesmo.  Rogo que acessem as propostas das duas chapas e compare seu conteúdo – garanto que não lhe tomará mais do que cinco minutos, e estou seguro de que chegará à mesma conclusão a que eu cheguei. Eleições SIMESP 2017 – Chapa 1!

Gustavo Freire de Barros, 33, médico otorrinolaringologista.

Propostas Chapa 1 (https://www.chapa1simesp.com.br/propostas)

Propostas Chapa 2 (https://www.mudasimesp.com.br/)



Categories: Uncategorized

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: