O USMLE e seus STEP’S – A licença médica americana. ( Dr. Felipe Batalini)

Screen-Shot-2013-11-19-at-9.18.46-PM
O USMLE e seus STEP’S – A licença médica americana.
Autor: Dr. Felipe Batalini
Graduado pela UEL – Universidade Estadual de Londrina – em 2010.CONSIDERAÇÕES INICIAIS

Pessoal, a decisão de exercer a medicina nos EUA envolve muitos fatores, como sonho, idioma, família, pesquisa, dinheiro, qualidade de vida, etc. Obviamente existem vantagens e desvantagens em cada escolha. Cada um tem sua motivação e metas, o objetivo desse “post” é que o desconhecimento de como fazer, ou que o medo das provas não sejam obstáculos aos médicos brasileiros que quiserem fazer a residência ou mudar para os EUA.

É interessante que todos os profissionais com formação médica que querem exercer a medicina nos EUA devem ter sua certificação. As provas de certificação são as mesmas para os graduandos americanos e estrangeiros. São provas extensas, porém muito bem feitas, sem pegadinhas, cuja preparação é facilitada pela ampla gama de material de extrema qualidade, principalmente os bancos de questões disponíveis, que dão ao candidato, além da preparação, uma experiência muito semelhante à do dia da prova.

O fato é que todos, todos os médicos americanos passam nas provas do USMLE, logo podemos concluir que não é nada impossível, e que obter a licença médica nos EUA é a realidade de milhares, milhares de médicos anualmente, e que caso você também decida, você também pode, basta dedicação.

O último dado que chequei é que ano passado aproximadamente 50 brasileiros conseguiram a licença médica, acredito que esse número é muito pequeno perto do tanto de pessoas que se mostram interessadas em vir pros EUA. Deduzo também que grande parte das desistências se deve ao desconhecimento de como obter a licença, ou medo dos Step’s. Acredito também que com as mudanças políticas na medicina brasileira, esse assunto deve estar cada vez mais na vida dos médicos brasileiros.

Então, vamos aos fatos!! Não é o bicho-de-sete-cabeças que parece…

1 – Registro na ECFMG
Esse é o primeiro passo para aqueles que querem fazer a residência médica nos EUA, será criado o seu ID para todo o processo do USMLE.

É bastante simples, porém toma algumas horas. Deve-se preencher um longo cadastro no site da ECFMG, depois disso a entidade vai gerar alguns formulários, o Form 186 merece especial atenção, pois deverá ser preenchido juntamente com o “medical school official” e carimbado, de acordo com os detalhes exigidos no “bulletin”.

Esses formulários serão enviados a ECFMG, junto com o diploma médico traduzido. Após a aprovação do Form 186, a ECFMG solicitará a escola médica o histórico escolar (school transcript) do candidato. Caso a escola mande em português, o candidato tem a opção de pagar pra própria ECFMG traduzir, senão, o candidato deve mandar traduzir (mais barato), enviar a escola, que então deverá enviar a ECFMG, após solicitado. Não é aceito que o próprio candidato envie seu histórico escolar, o endereço remetente deve ser da escola médica.

Particularmente, meu diploma e “school transcript” foi traduzido no CCBEU (Centro Cultural Brasil-Estados Unidos) de Goiânia que tem tradutor oficial de inglês reconhecido pela embaixada americana, é mais barato que fazer a tradução juramentada.

Após aprovado o histórico escolar, o candidato recebe o “Scheduling permit”, que é o documento oficial que autoriza o agendamento da prova junto a Prometric, empresa responsável pela aplicação da prova.

2 – Step1
Essa prova, assim como o Step2CK, pode ser feita no Brasil.
O agendamento da prova é feito através da internet, será necessário o “Scheduling Permit”.

É composta de conteúdo de ciências básicas, são 7 blocos de 46 questões cada. O candidato tem 1 hora para cada bloco, e tem 1 hora total para dividir entre os blocos para fazer suas pausas, como banheiro e almoço, completando assim as 8 horas de prova.

É uma prova séria, sem pegadinhas, porém extensa e cansativa. Não tem segredo, passar não é difícil, mas a dificuldade real vai depender da nota alvo de cada um, que varia entre as especialidades. A nota de corte é 188, a média americana é 224.

A nota do Step1 é a nota de maior peso entre as provas do USMLE, segundo pesquisa com os “Program Directors”.
Fiz a minha prova na Prometric de Brasília, recomendo.

Para maiores detalhes da formulação da nota, recomendo o “bulletin”.

O melhor material pra preparação é outro tópico, controverso, pois depende de muitas variáveis, entre elas o estilo de estudo, o conhecimento prévio de cada um e a nota-alvo.

3 – Step2CK
Essa etapa, cobra do aluno conhecimentos clínicos voltados ao diagnóstico. Considero a etapa de menor dificuldade, mas não deve ser neglicenciada. Lembra um pouco as boas provas de residência do Brasil, porém sem foco em tratamento. Ainda mais extensa que o Step1, o Step2CK é composto de 8 blocos de 45 questões cada, mantendo 1 hora pra responder cada bloco e 1 hora pra realizar as pausas entre os blocos.

A nota de corte é 203 e a média americana é 237.

Assim como o Step1, pode ser feita nos centros da Prometric no Brasil, também fiz em Brasília.

4 – Step2CS
Prova prática, realizada nos EUA (Philadelphia, Atlanta, Houston, Chicago ou Los Angeles), composta por 12 consultas com atores, tendo 15 minutos pra entevista e exame físico e mais 10 minutos pra digitar no prontuário.

Não tem nota, essa etapa é PASS or FAIL.

Acho essa prova mais imprevisível, é importantíssimo ter algum parceiro de estudo que ajude a treinar os casos, pois a prova é isso, treinamento, nada mais.

Fiz meu Step2CS no CSEC (Clinical Skills Evaluation Center) de Chicago, foi tranquilo, maioria americanos fazendo a prova.

5 – Certificação da ECFMG
Geralmente, 2 semanas após aprovação no Step1, Step2CK e Step2CS, a ECFMG envia seu certificado de agora médico habilitado nos EUA! Parabéns!

Essa certificação habilita o médico para trabalho sob supervisão, no caso, residência médica.

A ordem dos Step’s para certificação da ECFMG é livre. Para o Step3 é exigida a certificação da ECFMG.

6 – Step3
O Step3 tem como pré-requisito a certificação da ECFMG, é prova de 2 dias, não é fundamental pra conseguir vaga na residência, mas para obter a “full license” todos terão que fazê-la, pra praticar a medicina sem supervisão, após a residência. Além disso, há alguns detalhes de visto que podem torná-la interessante antes da residência.

É composta por aproximadamente 475 questões, divididas em blocos de 30-50 questões, com 45-60 minutos para cada bloco. Além das questões normais, tem 8-12 casos interativos “computer-based”, com 10-20 minutos para cada questão.

Pessoal, ainda não fiz essa etapa.

CONSIDERAÇÕES FINAIS
São previstas algumas mudanças no USMLE, nada muito radical, informações todas disponíveis no site da ECFMG e do USMLE.

Para aqueles que estão hesitando, recomendo, faça o registro na ECFMG, olhar pra todo o processo assusta, mas se for “one step at a time”, fica mais simples. Repito, não é nada de outro mundo, basta começar e claro, se dedicar!

A felicidade não vem somente ao final do processo, vem logo após cada etapa!
Vamos!!

Leitura recomendada:
-USMLE Bulletin of information (http://usmle.org/pdfs/bulletin/2014bulletin.pdf)
-ECFMG Information booklet (http://www.ecfmg.org/2014ib/2014ib.pdf)
-Mudanças previstas (http://www.usmle.org/pdfs/Changes_to_USMLE_2014-2015_handout_FINAL.pdf)
Instrumentos de ajuda:
-Comunidade facebook: USMLE Brazil
-Vários fóruns na web

 

Autor:
Felipe Batalini
Graduado pela UEL – Universidade Estadual de Londrina – em 2010.
Email: batalini@outlook.com
Facebook: http://facebook.com/felipebatalini

6 thoughts on “O USMLE e seus STEP’S – A licença médica americana. ( Dr. Felipe Batalini)

  1. Oi,gostei muito do seu post, você saberia me dizer quanto, aproximadamente,você gastou no processo de fazer todos os steps e voltar para o Brasil e esperar o certificado?

  2. Olá Felipe!
    Meu nome é Renê e também me formei na UEL, na turma de 2012.
    Gostei D+ do seu post e gostaria de lhe fazer algumas perguntas, posso ter seu e-mail por favor?
    rene.ags@gmail.com

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s